Comparativo de trator de esteira (13 a 16 toneladas)

Compartilhar:

O trator de esteira ou trator de lâmina sobre esteiras é um equipamento de terraplenagem (ou terraplanagem como muitos falam) bastante popular não só no Brasil mas no mundo inteiro, sendo que em alguns países são chamados de Bulldozer. Nas mãos de um bom operador, pode-se realizar inúmeras tarefas em um canteiro de obras através da utilização de um trator de esteiras com lâmina.

Dentre as tarefas mais comuns onde os tratores de esteira são utilizados podemos citar o rebaixamento de terrenos para a criação de platôs, assim como nivelamento, espalhamento de terra, raspagem de vegetação para limpeza de terrenos e muitas vezes até destoca (dependendo do tamanho das raízes e tratores envolvidos na tarefa) com a lâmina ou com correntões.

Em muitas obras, principalmente de grande porte, é possível ver tratores de esteiras sendo utilizados empurrando motoescreireres (ou motoscrapers) para agilizar a tarefa de rebaixamento de terrenos.

Devido a enorme variedade de marcas e modelos disponíveis no mercado, resolvemos elaborar e divulgar um comparativo de trator de esteira na faixa das 13 a 16 toneladas de peso operacional, levando em consideração algumas de suas principais características.

Esperamos que gostem e que seja útil para todos que pretendem adquirir um novo trator de esteiras.

Tratores de Esteira comparados

Neste artigo realizamos uma comparação entre os principais tratores de esteiras entre 13 e 16 toneladas, presentes no mercado brasileiro, com base nas dimensões e especificações técnicas fornecidas pelos fabricantes através de folhetos técnicos disponibilizados em seus sites oficiais ou em resposta às consultas que fizemos junto aos distribuidores ou dealers.

Lembrando que os valores utilizados no comparativo, que compõe os gráficos, são baseados em modelos específicos com os recursos “padrão” ou standard. É claro, que dependendo das necessidades do cliente, ele pode optar por inúmeros recursos opcionais que certamente aumentarão não só a produtividade, mas também a economia e a segurança e o conforto do operador.

Também é importante frisar que não temos qualquer vínculo com os fabricantes e este comparativo é realizado de maneira totalmente independente e imparcial. Procuramos comparar equipamentos mais similares possíveis com base em seu peso operacional e características padrão, além de utilizarmos as mesmas unidades de medida para todos os comparados.

Case 1150L

Embora seja muito popular nos EUA, os tratores de esteira da Case nunca conseguiram ser tão populares no Brasil quanto suas retroescavadeiras e até escavadeiras hidráulicas, o que não significa que não fossem ótimos equipamentos, mas aparentemente não era o foco da empresa o comércio de tratores de esteiras no país.

Em 2015 a Case lançou no Brasil sua nova linha de tratores de esteira composta pelos modelos 1150L (com motor de 118 HP), 1650L (144 HP) e 2050M (214 HP). Um detalhe que nos chamou a atenção foi a semelhança das especificações técnicas dos tratores Case com modelos já disponíveis no mercado do fabricante New Holland, também do grupo CNH.

Alguns pontos que gostaríamos de destacar em relação à nova série de tratores de esteiras Case são o seu visual moderno, o motor eletrônico com injeção Common Rail e a transmissão hidrostática.

No artigo, comparamos o modelo Case 1150L XLT com lâmina PAT, um ótimo trator de esteira que atende perfeitamente às necessidades da maioria dos clientes.

Trator de Esteira Case 1150L Trator de Esteira Case 1150L Trator de Esteira Case 1150L

Talvez pelo fato da Case CE e New Holland fazerem parte do grupo CNH Global (que por sua vez faz parte do Grupo Fiat Industrial), há muitas semelhanças entre os modelos Case 1150L XLT e New Holland D140B XLT, tanto na aparência quanto em dimensões e especificações técnicas.

Ponto positivo? Em outros equipamentos, já vimos relato de proprietários sobre peças de reposição compatíveis entre modelos Case e New Holland, assim, de certo modo, há a possibilidade de obter peças em ambas as redes de concessionárias e revendedores autorizados. Ponto Negativo? Uma opção a menos no mercado para quem procura novidades, deixando um sentimento de “mais do mesmo”.

Caterpillar D6K2

Os tratores de esteira Caterpillar são disparados os mais populares no Brasil e no mundo, assim como outros produtos da marca, que juntos permitem à Caterpillar deter a maior parte das vendas de equipamentos da linha amarela (para construção e mineração) no mundo.

Os modelos D4, D6 e D8 da Caterpillar sempre foram os mais populares em todas as obras de pequeno, médio e grande porte. Com o passar dos anos, novas séries e modelos foram surgindo e se tornando a cada dia mais avançados tecnologicamente permitindo mais produtividade, confiabilidade, conforto e segurança.

Trator de Esteira Caterpillar D6K2 Trator de Esteira Caterpillar D6K2 Trator de Esteira Caterpillar D6K2

Com o novo trator de esteiras D6K2, a Caterpillar promete mais facilidade de operação, mais produtividade, mais eficiência no consumo de combustível e consequentemente mais economia e lucratividade.

No modelo comparado, o Caterpillar D6K2 XL, destacamos o novo projeto do material rodante, para maior durabilidade e estabilidade; a ótima visibilidade de dentro da cabine, espaçosa e confortável; os controles precisos em razão da utilização de controles eletro-hidráulicos e da transmissão hidrostática; além de tantos outros.

John Deere 750J

Embora tradicional no setor agrícola brasileiro, em nosso país, fazem apenas quase 2 anos que a John Deere inaugurou suas fábricas no Brasil, em parceria com a Hitachi, começando a atuar no segmento de máquinas para construção e mineração no país. Diferente daqui, nos Estados Unidos a John Deere é um dos maiores players do mercado de máquinas e equipamentos para construção e mineração, assim como em vários outros países. É do tipo de marca que, apesar de não termos muita familiaridade ainda, é totalmente confiável e sinônimo de qualidade.

Trator de Esteira John Deere 750J Trator de Esteira John Deere 750J Trator de Esteira John Deere 750J

Quanto ao trator de esteira John Deere 750J, trata-se de um modelo excepcional que destacou-se em inúmeros quesitos do nosso comparativo, por exemplo na potência do motor, onde superou o segundo colocado com cerca de 10% a mais de potência e menor rotação do motor! Esta combinação, de maior potência com menos rotação quase sempre resulta em economia de combustível, maior durabilidade do motor e maior produtividade do conjunto.

Komatsu D51EX-22

Sem dúvidas o trator de esteiras Komatsu D51EX-22 é um dos mais populares no país, não só pela credibilidade do fabricante, mas principalmente pela qualidade deste equipamento em particular.

O trator de esteira Komatsu D51EX-22 possui design inovador que proporciona ótima visibilidade, segurança e conforto, além de facilidade de manutenção. Além disso, o Komatsu D51EX-22 possui radiador localizados na parte traseira do trator, evitando assim acidentes comuns onde objetos furam e danificam a colmeia. A ventoinha possui acionamento hidráulico controlado eletronicamente, que resulta em menor consumo de combustível e menor ruído na cabine, e possibilidade de inversão de sentido, para limpeza das aletas da colmeia do radiador.

Trator de Esteira Komatsu D51EX-22 Trator de Esteira Komatsu D51EX-22

A transmissão hidrostática (HST) com controle eletrônico e o sistema de direção hidrostática (HSS) garantem ao equipamento maior facilidade de operação, precisão e suavidade nos movimentos.

New Holland D140B

Em nosso comparativo de tratores de esteiras, incluímos o modelo D140B XLT, da New Holland, uma empresa do grupo CNH Global (sob controle majoritário da Fiat Industrial) que assumiu o posto da FiatAllis, renomada fabricante de máquinas que inclusive, teve muito sucesso no segmento de tratores de esteiras no país, com modelos como o AD7 e AD14, 7D, FD9, FD130 e FD170.

Trator de Esteira New Holland D140B Trator de Esteira New Holland D140B Trator de Esteira New Holland D140B

Com um retrospecto de sucesso herdado da FiatAllis, a New Holland não poderia e não desapontou com seus equipamentos para construção no Brasil, e logo, emplacou um enorme sucesso de vendas de pás-carregadeiras, minicarregadeiras, retroescavadeiras, escavadeiras hidráulicas e é claro, tratores de esteira.

O trator de esteiras New Holland D140B é robusto,versátil e confiável, desenvolvido pensando na produtividade, durabilidade e facilidade, tanto de operação quanto de manutenção.

Shantui SD13-2

O trator de esteiras Shantui SD13-2 difere-se do modelo SD13 pela presença do motor Cummins 6CT8.3, muito mais comum no Brasil, motivo pelo qual optamos por utilizá-lo em nossa comparação.

Embora provavelmente tenha custo de aquisição bem inferior aos demais modelos comparados, o Shantui SD13-2 aparentemente não deixa a desejar no quesito produtividade, pois seus números são similares aos demais e algumas vezes até superior, como na capacidade de movimentação da lâmina, acima de 12% superior ao segundo colocado.

Trator de Esteira Shantui SD13-2

A força máxima de tração informada pelo fabricante à nossa equipe também impressiona, são 168kN, quase 10% a mais em relação ao segundo colocado, provavelmente em decorrência do motor de 8,3 litros, também o de maior cilindrada entre os comparados.

Dimensões dos Tratores de Esteira

As dimensões do trator de esteira (comprimento, largura e altura, por exemplo) são fundamentais na hora de aplicá-los em determinadas tarefas e principalmente, na hora do transporte entre obras ou garagens.

Altura

Normalmente para tratores de esteiras deste porte não é muito relevante sua altura como impedimento para seu emprego em determinada tarefa, visto que devido ao seu porte, normalmente são utilizados em campos abertos e sem limitação de altura.

Geralmente a maior preocupação quanto à altura do trator diz respeito ao seu transporte ou armazenamento em garagens cobertas. De qualquer forma, acrescentamos este item para tornar o comparativo mais completo.

Gráfico de altura e comprimento de trator de esteira
Gráfico comparativo de altura e de comprimento de trator de esteira.

Comprimento

O comprimento do trator de esteiras, assim como de qualquer outro trator ou equipamento de terraplenagem ou de mineração, é um fator importante na hora de transportá-lo. Quanto menor o equipamento, mais fácil e barato é o seu transporte.

Largura

Neste item comparamos a largura do trator sem considerar a lâmina e com a lâmina em ângulo máximo. Embora não seja uma informação muito importante no que diz respeito ao espaço disponível durante o trabalho, visto que esse tipo de trator só é empregado em grandes espaços abertos, a largura do trator influencia diretamente na sua estabilidade e centro de gravidade, além de poder ser um problema no transporte.

Gráfico comparativo de largura de trator de esteira
Gráfico comparativo de largura de trator de esteira.

Todo trator de esteira cujo a largura, mesmo que com a lâmina em ângulo, ultrapasse 2,60m, geralmente requerem a remoção de sua lâmina para transporte em caminhões ou carretas, exceto quando usadas carretas com largura além do convencional, que necessitam de batedores e sinalizações especiais além de horários e itinerários diferenciadas para trafegar nas vias públicas.

Peso Operacional de cada Trator de Esteira

Uma das principais razões do peso operacional maior num determinado trator é decorrente de uma estrutura maior e mais robusta, da presença de lâmina maior ou também de um escarificador (ripper), mas também pode ser explicado por um número maior de opcionais.

É fundamental haver um perfeito equilíbrio entre peso e potência. Quanto mais pesado for um trator, maior deve ser a potência para poder empurrar materiais mais pesados ou efetuar tarefas de forma mais rápida, em trabalho onde a produção elevada é essencial.

Tratores mais pesados também podem requerer veículos especiais para seu transporte, pois quanto maior for o peso operacional, maior será também a quantidade de eixos necessárias no caminhão ou carreta (reboque ou semi-reboque) para transportá-lo conforme as leis vigentes que referem-se ao peso por eixo, peso bruto total (PBT), capacidade máxima de tração (CMT) e/ou ainda ao Peso Bruto Total Combinado (PBTC) do veículo responsável pelo transporte do trator.

Gráfico de peso operacional e pressão sobre o solo de trator de esteira
Gráfico comparativo de peso operacional e pressão sobre o solo de trator de esteira.

Pressão sobre o Solo

A pressão exercita pelo trator sobre o solo é uma relação entre a área de contato da esteira com o solo e o peso operacional do trator.

Quanto maior a área, seja uma esteira mais longa ou mais larga, ou ainda, as duas coisas, menor a pressão sobre o solo em razão da distribuição do peso sobre o solo de forma menos concentrada.

Motor

Ao que percebemos em nossa comparação, os modelos avaliados possuem diferentes motores, embora as especificações dos modelos Case e New Holland sejam bem similares.

Pontos importantes relacionados à motorização dos tratores diz respeito ao sistema de injeção, pois quanto mais eficiente, menor será o consumo de combustível, maior a potência gerada e menor a emissão de poluentes. Neste ponto, vários modelos comparados possuem certificação EPA nível 3 ou TIER 3, como é o caso dos motores F4HE9684K*J103, Caterpillar C7.1 Electronic ACERT™, John Deere PowerTech™ Plus 6068H, Komatsu SAA6D107E-1 e New Holland 667TA/EDJ.

Cilindrada

A cilindrada (https://pt.wikipedia.org/wiki/Cilindrada) do motor diz respeito ao volume de deslocamento do motor pela ação dos pistões dentro da câmara de explosão (camisas).

Geralmente, um motor com maior cilindrada resulta em maior potência, mas nem sempre isso se aplica, pois inúmeros fatores estão relacionados, como tipo de injeção de combustível, tipo de alimentação de ar (naturalmente aspirado ou turboalimentado), entre tantas outras variáveis. Porém, se consideramos um mesmo motor, que usa as mesmas tecnologias de injeção de combustível, de alimentação de ar, etc, quanto maior for a cilindrada, automaticamente maior será a potência obtida e também o consumo de combustível.

Gráfico de potência e rotação do motor de trator de esteira
Gráfico comparativo de potência e rotação do motor de trator de esteira.

Potência

Quanto à potência do motor, todos concordam que quanto maior a potência, melhor, correto? Nem sempre, pois vai depender do quanto da potência gerada será aproveitada.

Um exemplo prático é você imaginar que um caminhão 6×4 de 480 HP é ideal para “puxar” um bitrem com até 57 toneladas de PBTC ou rodotrem com até 74 toneladas de PBTC. Já o mesmo caminhão não é indicado para utilizar um baú sobre seu chassi transportando cerca de 10 toneladas de carga. Porque? Simplesmente porque ele consumirá muito combustível sem necessidade.

Outro exemplo é você usar uma pickup com motor 5.7 V8 com 395HP de potência para ir todos os dias sozinho para o trabalho. Não acha que um automóvel com motor 1.0 de 80~90 HP de potência já lhe atenderia muito bem com uma absurda economia de combustível?

Percebe? O equipamento com maior potência é muito interessante, porém, se você for fazer uso dessa potência, caso contrário, não faz tanta diferença assim.

Agora algo que faz sim, alguma diferença, é em que rotação tal potência foi alcançada. Quanto menor a rotação do motor, menor é o consumo, menor é a vibração, ruído e poluição gerados, além é claro, de menor desgaste do conjunto. Motores que entregam maior potência com rotações mais baixas, costumam desempenhar as tarefas de forma mais otimizada.

Tração e Rodante

A parte rodante de um trator de esteiras é sem dúvida alguma o item responsável por diferenciar este tipo de equipamento dos demais que utilizam pneus. As esteiras proporcionam maior estabilidade e tração, tornando o equipamento muito mais seguro e produtivo se comparado a um modelo similar que utilize pneus.

Ao mesmo tempo que a parte rodante de um trator de esteira o que o torna mais produtivo, é também o fator de maior custo de manutenção, por se tratar essencialmente de um material de desgaste inevitável e oneroso, cujo a durabilidade dependerá de diversos fatores, tanto do projeto de construção do trator quanto do plano de manutenção por parte do proprietário e até de outros fatores externos como tipo do material onde o equipamento será utilizado e sua abrasividade.

Entre os modelos avaliados, embora não seja padrão, há sempre a opção por esteira selada e lubrificada, que é o tipo de maior durabilidade entre os tipos de esteiras de aço. Além disso, a maior parte dos fabricantes informa que os componentes dos elos da corrente presente na esteira, são tratados termicamente (temperados) para aumentar ao máximo sua resistência à abrasividade.

Força Máxima de Tração

A força máxima de tração informada pelos fabricantes e divulgadas neste comparativo, embora dita como exata por alguns, em nosso ponto de vista se trata de um valor aproximado, visto que a mesma pode aumentar ou diminuir de acordo com a velocidade do equipamento, assim como também pode variar conforme o tipo de esteira utilizada (área de contato com o solo, quantidade de segmentos, altura da garra das sapatas, etc).

Gráfico de força de tração de trator de esteira
Gráfico comparativo de força de tração de trator de esteira.

Alguns fabricantes ainda dão mais informações sobre esta variação, como por exemplo, a Case, que informa em seu folheto técnico que “A medida é calculada utilizando a esteira padrão. Aumenta a velocidade de deslocamento em 4% e reduz a força de tração em 4% com esteira CLT opcional.”

Velocidade Máxima de Deslocamento

Obviamente a velocidade máxima de deslocamento se trata do trator de esteiras com lâmina e escarificado (se presente) levantados, sem contato com o solo, ou seja, livre de qualquer resistência, sem empurrar ou puxar.

Consideramos interessante este item pois boa parte do trabalho do trator de esteira engloba não só a tarefa de escavar e empurrar a terra (ou outro material), mas também de voltar para trás e reposicionar-se para novo empurre. Quanto mais rápido o trator voltar e se reposicionar, menores serão os tempos dos ciclos ou faixas executadas.

Gráfico de velocidade máxima de deslocamento de trator de esteira
Gráfico comparativo de velocidade máxima de deslocamento de trator de esteira.

Comprimento da Esteira no Solo

Quanto maior a área de contato da esteira com o solo, maior a aderência e segurança do trator. Quanto mais longa esta pista, mais estabilidade e melhor o desempenho no nivelamento e acabamento. Em contrapartida, quanto mais extensa a esteira, mais pesada e menos “manobrável” se torna o trator.

Gráfico de comprimento da esteira no solo de trator de esteira
Gráfico comparativo de comprimento da esteira no solo de trator de esteira.

Altura em relação ao solo

Este é um fator mais importante para tarefas em aplicação florestal e abertura de estradas e loteamentos em terrenos virgens, onde trabalha-se próximo a tocos ou raízes e com topografia muito irregular.

Onde o solo é mole e instável, quanto maior a altura em relação ao solo melhor, pois evitar o contato do trator (exceto lâmina, esteiras e escarificador) com a terra, diminui as chances de atolamento e reduz o desgaste e consumo de combustível.

Gráfico de altura livre do solo de trator de esteira
Gráfico comparativo de altura livre do solo de trator de esteira.

Porém, é preciso haver um equilíbrio, pois quanto maior a altura em relação ao solo, mais elevado será o centro de gravidade e maior a chance de capotamento, na pior das hipóteses.

Lâmina

Existem diferentes tipos de lâminas para diferentes aplicações dos tratores de esteiras, assim como diferentes tamanhos como largura e altura de lâmina.

As lâminas usadas nos tratores de esteiras normalmente são do tipo Reta (ou lâmina S), que são curtas e não tem nenhuma curva lateral e nem abas laterais, ideal para acabamento final, ou são do tipo Universal (ou lâmina U), um tipo de lâmina mais alta e curva, com grandes abas laterais que permitem o transporte de maior volume de material durante o empurre.

Além dos tipos de lâminas reta (S) e universal (U), existe ainda a lâmina Semi-U (S-U) que na verdade é uma combinação da lâmina reta com a lâmina universal. Ela não é tão curta quanto a lâmina S e também não é tão curvada quanto a lâmina U, além de ter abas menores, sendo assim, um meio termo entre as lâminas retas e as lâminas universais, muito utilizada para empurrar grandes pilhas de pedras em pedreiras.

Os fabricantes ainda classificam suas lâminas como PAT (Power Angle Tilt ou Poder de Ângulo de Inclinação), geralmente a lâmina padrão dos tratores de esteira da atualidade, do tipo reta (S), mas também há a opção de lâmina OSD (Outside Dozer Blade ou Lâmina por Fora) ou LGP (Low Ground Pressure ou Baixa Pressão no Solo) ao adquirir um trator de esteiras, que geralmente são as lâminas do tipo U ou Semi-U também chamadas de Bulldozer.

Largura da Lâmina

Quanto maior a largura da lâmina do trator de esteira, menor a quantidade de passagens (faixas) necessárias em uma determinada área.

Porém, quanto maior a largura da lâmina, geralmente maior será a chance de ser necessário removê-la para poder transportar o trator.

Gráfico de largura e capacidade da lâmina de trator de esteira
Gráfico comparativo de largura e capacidade da lâmina de trator de esteira

Capacidade da Lâmina

A capacidade da lâmina é a quantidade de material (aproximadamente) que ela pode transportar empurrando-o. Esta quantidade ou capacidade, variará conforme o tipo de lâmina escolhida. Em nosso comparativo, optamos por lâminas retas (S) ou PAT, por serem as mais comuns e muitas vezes ofertadas como a opção “padrão”.

Altura de Elevação da Lâmina

Incluímos este item apenas para efeito de curiosidade, visto que não é muito importante no desempenho geral do trator de esteiras.

Geralmente a altura de elevação da lâmina, maior ou menor, poderá ser levada em consideração durante a locomoção do trator em terrenos irregulares ou com raízes, ou ainda, quando utilizado para empurrar outros veículos, tratores ou equipamentos, como no empurre de escrêiperes (ou moto scrapers).

Gráfico de altura de elevação e profundidade de lâmina de trator de esteira
Gráfico comparativo de altura de elevação e profundidade de lâmina de trator de esteira.

Profundidade de Escavação da Lâmina

Este é um item geralmente levado em consideração apenas quando se trata de tratores de pequeno porte ou tratores destinados especificamente para o acabamento.

Para tratores de esteiras maiores que têm como principal função empurrar, este item não possui tanta importância.

Inclinação Máxima da Lâmina

A inclinação da lâmina está diretamente ligada a forma como ela é fixada no trator e a distância dela em relação às esteiras da máquina. Geralmente este é um item importante apenas em tratores de esteiras de pequeno e médio porte, sendo muitas vezes irrelevante em tratores de grande porte.

Gráfico de ângulo máximo da lâmina de trator de esteira
Gráfico comparativo de ângulo máximo da lâmina de trator de esteira.

Escarificador ou Ripper

Não levamos em consideração o escarificador ou ripper por não ser um equipamento padrão em todos os equipamentos comparados.

Conclusão

Fica nítido o quanto os tratores de esteiras se desenvolveram nos últimos anos, o quanto se tornaram avançados tecnologicamente proporcionando especialmente maior facilidade de operação, maior conforto do operador e maior confiabilidade do conjunto como um todo.

Embora tudo isso seja essencial, infelizmente no Brasil muitas empresas ainda não tem a possibilidade financeira de proporcionar aos seus colaboradores a oportunidade de trabalharem em equipamentos deste nível, com tanta tecnologia e conforto, por isso, vemos com grande frequência tratores com mais de 20 ou 30 anos nos canteiros de obras do país, sendo que alguns, possuem até 40 anos de uso. Isto mostra o quanto nosso país precisa se desenvolver, econômica e socialmente.

Por outro lado, isso mostra o quanto podemos confiar em marcas como Caterpillar, por exemplo, que mesmo após 20 ou 30 anos ainda oferecem peças de reposição para seus clientes. Além de um ótimo valor de revenda, os produtos dos fabricantes citados neste artigo terão um ótimo suporte durante um bom tempo de sua vida útil, o que torna o custo de aquisição do equipamento que outrora poderia ser considerado elevado, em um ótimo investimento a longo prazo.

Se nos permitem ainda, caros leitores, fazermos uma crítica, que esperamos que seja considerada construtiva por parte dos fabricantes, gostaríamos de citar a falta de criatividade por parte de alguns que permitiram modelos visualmente muito parecidos. Neste ponto, vale destacar sem dúvida alguma a Komatsu com seu trator de esteira D51EX-22, que na nossa opinião, é o que tem o design mais inovador, permitindo excepcional visibilidade para o operador em todas as direções, além do diferencial em relação a todos os outros modelos comparados, que é a presença do sistema de arrefecimento (conjunto de radiador e ventoinha) na parte traseira do trator, preservando-o avarias comuns em tratores de esteira, quando objetos ocasionalmente passam pela lâmina e atingem a frente do equipamento.

Ainda sobre o design, mas não somente referindo-se a ele, fica uma observação ao trator de esteiras Shantui SD13-2, que apesar de sua aparência mais rústica, é preciso ter em mente que a grande maioria dos fabricantes de origem chinesa prezam exatamente pela simplicidade, tanto na fabricação quanto na manutenção, que somada a inúmeros fatores geralmente resultam em preços muito mais interessantes na hora da aquisição de um equipamento novo. Mas lembrando que estamos falando de um equipamento simples e não simplório, pois o Shantui SD13-2 se trata de um equipamento robusto e potente, ficando devendo apenas no quesito transmissão, pois é o único que não possui transmissão hidrostática (HST) entre os modelos do comparativo.

Concluindo, vemos que apesar de serem poucas as opções de tratores de esteiras na faixa de 13 à 16 toneladas, todas são ótimas alternativas e muito similares entre si, cabendo ao cliente atentar-se para peculiaridades de cada equipamento que podem fazer ou não a diferença com base em suas necessidades.

Além disso, como as especificações dos tratores de esteira comparados estão bem parelhas, os fatores que poderão ser primordiais na escolha de qual trator de esteira comprar é o tamanho e a proximidade da rede de revendedores autorizados e disponibilidade de peças de reposição à pronta entrega e profissionais qualificados para realização de reparos, inclusive, na obra.

Folhetos técnicos

Aqui você pode baixar para o seu computador ou apenas ler os folhetos técnicos com dimensões e especificações técnicas dos modelos de tratores de esteira aqui comparados.

Mais informações

Para maiores informações, acesse o site dos fabricantes e entre em contato com o representante oficial da marca.

Compartilhar:

Leandro dos Santos

Fundador e administrador do portal Terraplenagem.Net, foi empresário do setor de terraplenagem por mais de 20 anos. Atualmente presta consultoria aos empresários e profissionais do setor de terraplenagem e construção civil.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.