Novato no ramo

Discuta aqui sobre administração de empresas, tributação e leis que direta ou indiretamente estão relacionadas à terraplenagem, mineração e/ou demolição.
Responder
Rafael Barreto
Novato
Novato
Mensagens: 1
Registrado em: 21 de Junho de 2015 às 19:30
Localização: Aracaju
Contato:

Novato no ramo

Mensagem por Rafael Barreto »

Boa noite ! estou planejando abrir uma empresa de terraplenagem inicialmente com uma retroescavadeira volvo bl-70 nova .
gostaria de receber algumas dicas sobre a operação no dia a dia sendo que antes de obter a maquina ja pretendo estabelecer um contrato pois não possuo muito capital de giro . Minhas dúvidas são mais na área pratica com o operador no campo e das despesas fixas que terei com essa maquina como : consumo de combustível , manutenção etc...
desde ja agradeço , obrigado !

Avatar do usuário
Leandro
Fundador
Fundador
Mensagens: 332
Registrado em: 20 de Abril de 2010 às 15:41
Localização: São Paulo - SP
Contato:

RE: Novato no ramo

Mensagem por Leandro »

Rafael Barreto escreveu: Boa noite ! estou planejando abrir uma empresa de terraplenagem inicialmente com uma retroescavadeira volvo bl-70 nova .
gostaria de receber algumas dicas sobre a operação no dia a dia sendo que antes de obter a maquina ja pretendo estabelecer um contrato pois não possuo muito capital de giro . Minhas dúvidas são mais na área pratica com o operador no campo e das despesas fixas que terei com essa maquina como : consumo de combustível , manutenção etc...
desde ja agradeço , obrigado !
Caro Rafael, eu não recomendaria entrar no ramo neste instante, a previsão para 2015 não é das melhoras e 2016 é uma gigantesca incógnita, pois a impressão que temos da crise atual vivida no Brasil em decorrência da corrupção e incompetência do governo está sendo vista apenas como a ponta de um iceberg, ou seja, há coisa muito pior e mais grave que ainda não sabemos, embora já tenhamos alguns palpites do que ainda está por vir, como possíveis escândalos em instituições financeiras como Caixa Econômica e BNDES.

Mas, se conseguir um contrato, desde que seja para um período bem longo, tudo bem... principalmente se quando for comprar a sua retroescavadeira conseguir dar uma boa entrada e reduzir ao máximo o número de parcelas.

Na hora de abrir sua empresa, opte pelo Simples Nacional, pois é um regime de apuração muito "simples" como o próprio nome diz, concentrando todos os impostos em um único documento fiscal (o DAS). Além disso, você fica desobrigado de algumas contribuições, como algumas contribuições à sindicatos, que são obrigatórias para empresas fora do Simples.

Veja também como vai trabalhar, se alugará sua máquina com ou sem operador. Se alugar sem operador, geralmente poderá ficar isento da contribuição do ISS, mas não poderá emitir nota fiscal, apenas recibo. Neste caso, da locação de bens móveis sem operador, sobre o pró-labore (retirada), você pagará 11%. Se optar por alugar com operador, a empresa pagará sobre o salário ou pró-labore além dos 11% mais 20% (em caso de funcionários, será descontado da folha de pagamento somente os 11%), totalizando no caso dos sócios, 31% sobre os rendimentos. Para ambos os casos, dentro do Simples, as alíquotas sobre as notas fiscais ou recibos será praticamente a mesma.

De qualquer forma, posso estar falando bobagem por estar desatualizado ou desinformado, neste caso, recomendo que consulte sempre um contador para auxiliá-lo.

Quanto às despesas do equipamento, aí já é mais complexo, pois vai depende de como será utilizado, do modelo de equipamento, etc.

Para se ter uma ideia, somente relacionado ao equipamento, você deve considerar inúmeros fatores, como:
Custos FIXOS mensais
  • Depreciação;
  • Remuneração de Capital;
  • Licenciamento, Seguro Obrigatório e IPVA (se houver);
  • Seguro do Casco e/ou de terceiros.
Custos VARIÁVEIS por período (hora) ou trajeto (km)
  • Manutenção;
  • Pneus, câmaras e Recapagens;
  • Combustível;
  • ARLA32 (se houver);
  • Lubrificantes (óleo e graxa) e Filtros;
  • Extintores;
  • Lavagem.
Mas é claro, que dependendo do contrato que você fizer, pode ficar tudo por conta da contratante, como operador, combustível, manutenção, etc., mas sinceramente, quanto mais itens ficarem por conta do seu cliente, maior será a deterioração do seu equipamento, pelo menos é o relato da grande maioria que faz este tipo de contrato, pois o cliente nunca terá o mesmo cuidado e nem terá interesse em pagar qualquer centavo a mais para obter mais qualidade na hora de abastecer, reparar ou até mesmo operar um equipamento que não é dele. Ele nunca vai pensar a longo prazo, vai sempre pensar no período de validade do contrato. Então, se a economia não gerar problemas antes do término do contrato, azar do dono da máquina no futuro. Fica a dica.

Espero ter ajudado ;-)
Imagem Imagem TERRAPLENAGEM.NET - Site sobre Terraplenagem e Máquinas Pesadas

Responder
  • Tópicos Semelhantes
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante