Como abrir uma empresa de terraplanagem?

Discuta aqui sobre administração de empresas, tributação e leis que direta ou indiretamente estão relacionadas à terraplenagem, mineração e/ou demolição.
Responder
felipeg
Novato
Novato
Mensagens: 2
Registrado em: 05 de Março de 2015 às 11:01
Localização: marica - rj
Contato:

Como abrir uma empresa de terraplanagem?

Mensagem por felipeg » 05 de Março de 2015 às 11:13

Bom dia,

Sou novo no fórum e na área, sou de Maricá-RJ, estou cursando engenharia civil 7º período. Eu e meu tio estamos querendo abrir uma empresa de terraplanagem aqui na cidade e gostaríamos de saber por onde começar.

Obrigado desde já!

Avatar do usuário
Leandro
Fundador
Fundador
Mensagens: 312
Registrado em: 20 de Abril de 2010 às 15:41
Localização: São Paulo - SP
Contato:

RE: Como abrir uma empresa de terraplanagem?

Mensagem por Leandro » 08 de Março de 2015 às 08:20

Caro felipeg, seja bem-vindo ao fórum e ao ramo da terraplenagem!

Bem, para maior respaldo do aspecto legal da coisa, é sempre interessante consultar profissionais como um contador de confiança para saber como abrir e gerir sua empresa quanto à tributos, etc. Você também pode consultar um advogado, por exemplo, para sanar quaisquer dúvidas quanto a área trabalhista.

Basicamente, as dicas que posso te dar são as seguintes, nesta ordem:
  1. Estudo de Mercado: Tome o cuidado de estudar bem seu mercado, para saber como é a procura e para quais tipos de produtos e serviços, principalmente na sua região, pois Terraplenagem não é um ramo que lhe permite alcançar mercados distantes com facilidade, principalmente devido a complexidade e alto custo de mobilização/desmobilização de equipamentos pesados. Estude também seus concorrentes, veja como trabalham e se você terá condições de acompanhá-los ou superá-los tecnicamente.
  2. Capacitação: Se não tiver nenhum curso da área de administração de empresas, procure capacitação fazendo cursos de nível superior ou cursos técnicos. Pode parecer simples, mas administrar uma empresa sem ter estudo não será fácil e te deixará suscetível a cair em diversas armadilhas pelo caminho. Procure estudar a área tributária do segmento, pois a mesma é pesada e você deverá estar ciente de que deverá colocá-la na sua base de cálculo para orçamentos.
  3. Formalização: Não se esqueça que terá que ter uma empresa aberta devidamente constituída, precisará emitir notas fiscais de serviços, notas fiscais de remessas, CTRs, além é claro de fazer cobranças através de boletos, cartões, etc. Se não está pensando em entrar de cabeça no negócio e fazer tudo certinho dentro da lei, esqueça, pois hoje isso não é mais uma opção, é uma exigência, não das autoridades apenas, mas dos clientes.
  4. Aquisições: Não se esqueça que o custo de aquisição de equipamentos de terraplenagem é elevado, e como o custo de manutenção também é muito elevado, não arrisque comprando equipamentos usados com muito uso e manutenção duvidosa. Dê preferência para equipamentos novos ou com menos de 2.000 horas com revisões certificadas em concessionários autorizados da marca. Dê preferência também por equipamentos nacionais e só opte pelos importados caso não haja o modelo desejado fabricado por aqui. Modelos importados, além de mais caros para aquisição (das melhores marcas, com procedência dos EUA, Alemanha, Inglaterra, França, Japão e até Coreia do Sul, exceto China) tem um custo de manutenção também muito elevado, devido à taxação do nosso governo aos produtos importados, custo de transporte e taxa de câmbio. Lembre-se também que deve calcular a depreciação do equipamento, que perderá valor com o passar dos anos e considere um valor para renovação da frota, pois em 5 anos seu equipamento já deixará de ser "desejado" pelos seus clientes, principalmente grandes empresas privadas e do governo. Ah, além do custo de aquisição, não esqueça de fazer seguro das máquinas e caminhões, pois é muito comum o roubo, furto ou até mesmo, incêndio criminal (sabotagem) destes equipamentos, afinal, estamos no Brasil.
  5. Contratações: Lembre-se bem do que falei acima sobre capacitação. A contratação de profissionais deverá ser realizada de acordo com todas as leis trabalhistas assim como o fornecimento de equipamentos de segurança e proteção. Dê preferência, na hora da contratação, aos profissionais com experiência comprovada, seja por carteira de trabalho ou carta de recomendação, pois a terraplenagem, assim como qualquer outra área da construção civil, demanda muita experiência e cautela por ser um segmento que oferece alto risco aos profissionais envolvidos, além é claro, de demandar conhecimento para operação de máquinas sem que haja danos e avarias, geralmente com reparos muito onerosos à empresa.
  6. Fornecedores: Os grandes aliados dos empresários de terraplenagem são seus fornecedores, seja de peças de reposição, lubrificantes, combustível ou até mesmo profissionais autônomos como carreteiros e transportadores de máquinas. Se você focará na remoção de terra e/ou entulho, o seu maior aliado dentro da classe de fornecedores serão os responsáveis por aterros, que estarão incumbidos de receber todo o material de suas obras de terraplenagem ou demolição. Exija sempre nota fiscal dos produtos comprados, serviços contratados e quando forem aterros, exija a documentação / alvará de funcionamento do aterro, quando possível, seja qual for o fornecedor, celebre um contrato entre as partes, é seguro para ambos.
Fora isso, lembre-se que a maior parte das "novas" empresas fecham as portas até os 5 primeiros anos de vida. Ou seja, tenha um bom capital reservado pois o começo nem sempre é fácil, a menos que você já esteja na área e tenha uma boa rede de contatos e possíveis, ou ainda melhor, prováveis clientes potenciais.

Também tenha um bom capital de giro, pois geralmente você trabalhará no mínimo 30 dias sem receber, será feita a medição e receberá após 30 dias da medição, pelo menos é esse o padrão do mercado.

Considere também que o ramo de terraplenagem sofre influência de vários intempéries sazonais como chuva e sol. Não há nada pior para a terraplenagem do que a chuva. Se estiver fazendo remoções, tanto poderá ficar parado pelo fechamento do bota-fora quanto pela ausência de lavador de pneus na obra. Se estiver executando um aterro então, poderá ser necessária até a troca de solo ou gradeamento por causa de uma simples chuva se você não aguardar o período de secagem, período esse, improdutivo, onde você não ganha nada e suas despesas continuam, como aluguel, funcionários, etc.

Posso ter esquecido de algo, mas pelos 30 anos de experiência, são basicamente estes os pontos principais que deva-se atentar ao abrir uma empresa de terraplenagem atualmente.
Imagem Imagem TERRAPLENAGEM.NET - Site sobre Terraplenagem e Máquinas Pesadas

felipeg
Novato
Novato
Mensagens: 2
Registrado em: 05 de Março de 2015 às 11:01
Localização: marica - rj
Contato:

RE: Como abrir uma empresa de terraplanagem?

Mensagem por felipeg » 10 de Março de 2015 às 17:41

Boa tarde Leandro!

Muito obrigado pela atenção, tenha certeza que você ajudou uma pessoa inexperiente no ramo com a sua resposta. Mas ainda gostaria de saber qual seria o maquinário mais adequado para o inicio? E se existe alguma norma, legislação ou órgão para que eu possa seguir?

Atenciosamente,
Felipe Gonçalves.

Avatar do usuário
Leandro
Fundador
Fundador
Mensagens: 312
Registrado em: 20 de Abril de 2010 às 15:41
Localização: São Paulo - SP
Contato:

RE: Como abrir uma empresa de terraplanagem?

Mensagem por Leandro » 15 de Março de 2015 às 22:28

felipeg escreveu: Boa tarde Leandro!

Muito obrigado pela atenção, tenha certeza que você ajudou uma pessoa inexperiente no ramo com a sua resposta. Mas ainda gostaria de saber qual seria o maquinário mais adequado para o inicio? E se existe alguma norma, legislação ou órgão para que eu possa seguir?

Atenciosamente,
Felipe Gonçalves.
Então Felipe, fico feliz em ter podido te ajudar.

Sobre qual maquinário, é complicado, pois vai depender do seu mercado, da oferta e procura na região, para poder te dar qualquer tipo de conselho.

Aqui em São Paulo (capital), hoje, é essencial uma empresa de locação ter trator de esteiras, escavadeira hidráulica, retroescavadeira, pá-carregadeira de pneus e minicarregadeira. Essas são as máquinas padrão por aqui, e adicionalmente, será legal ter também rolos compactadores e motoniveladoras. A faixa de peso operacional de cada equipamento vai depender da demanda dos seus clientes, mas o padrão é trator de esteiras de 10 a 15 toneladas, escavadeira hidráulica de 20 a 25 toneladas, retroescavadeira de 6 a 8 toneladas, pá-carregadeira de 10 a 15 toneladas e minicarregadeira de 2 a 3 toneladas. Miniescavadeiras de 5 a 8 toneladas têm sido também muito procurada por aqui.

Agora se for tocar uma empresa de terraplenagem, terá que usar caminhões. Você poderá terceirizar o serviço de transporte de terra e/ou entulho e também o transporte das máquinas, mas lembre-se, terceirizando, você terá menos dor de cabeça e menos lucro também.

Sobre legislação e normas, procure se informar em associações e/ou sindicatos da classe na sua região. Na seção "links" você encontrará alguns sites de sindicatos e associações.

Boa sorte ;-)
Imagem Imagem TERRAPLENAGEM.NET - Site sobre Terraplenagem e Máquinas Pesadas

Responder
  • Tópicos Semelhantes
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante